segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

FOTÓGRAFO, Funções a bordo

Bom nesta publicação, você vai poder ler mais sobre o dia-a-dia de um fotógrago a bordo de um navio de cruzeiro, caso esteja interessado em embarcar nesta posição. As informações a seguir, é um relato detalhado de um tripulante com uma longa expêrencia embarcado nesta area. 

Tudo depende como sempre da função que você vai exercer à bordo. Se vai ser camareiro, sua função será basicamente a de um camareiro, garçom a mesma coisa, e assim por diante.

A diferença, é que certamente você vai acabar fazendo algo mais além do que esta dentro do seu Job Description. Vou descrever coom é o dia a dia de um fotógrafo à bordo, afinal foi a função que eu desenvolvi nas 3 companhias.

Como fotógrafo, você pensa, ok vou apenas fotografar. Mas não sejamos egoístas meus caros, claro que você terá algumas outras funções além de fotografar. Basicamente o fotógrafo é responsável por montar e desmontar estúdios, chamar as pessoas para fazer a foto (óbvio), expor as fotos e organizar a galeria de fotos do navio, vender itens da loja de fotografia, vender as fotos na galeria, ser gentil no trato com os passageiros, afinal será seu cliente desde o momento do clique até o momento em que você vai passar o cartãozinho dele no Micros para cobra-lo por uma foto.(Micros e o sistema de PDV de bordo existentes em quase todas as companhias. Micros & Fidelio).

Bem, vamos falar então das funções básicas que você como fotógrafo vai exercer à bordo, além de fotografar.

Um fotógrafo de um grande navio de cruzeiros, assim como quase todos os demais tripulantes, interagem no que for necessário desde que seja pertinente à sua função principal.

Fotógrafo:
- Fotografar passageiros em cenas pré determinadas pelo seu manager de acordo com o padrão da empresa. ( Saída do navio, Embarques, Simulação de emergência, Coquetel, Comandante, foto de Jantar comum ou com Pirata, Palhaço ou máscaras, festas tropicais, foto de piscina, excursões, retratos em estúdios com e sem acessórios e afins)

- Montar e desmontar Sets para fotografia de estúdio, alem de organizar todo o equipamento antes e após o uso. ( função geralmente exercida em grupo ).

Abaixo, exemplos de setup de estúdios:
MSC Musica – Setup para Retratos em dias de Gala
Pullmantur Zenith – Setup para retratos P&B
 Costa Fortuna – Setup para Retratos
- Ajudar a “clipar” as fotos para expor na galeria de fotos. Unir grupos de fotos para facilitar a localização das mesmas pelos passageiros. ( bastante utilizado na Costa e MSC, a Pullmantur não utiliza este método )

- Organizar as fotos na galeria de fotos em vitrines ou mesmo em montes sobre mesas ou dentro de caixas.

- Atuar na loja de fotografia vendendo equipamentos fotograficos, cartões postais, acessórios e fotos.

- Ao final do expediênte, todos ajudam a colar selos nos cartões postais que os passageiros compram e postam no navio. ( Só tive que fazer isto na Costa )

- Zelar pelo seu trabalho, agindo sempre gentilmente como um tipo de segurança de fotos, cuidando sempre para que os passageiros não fotografe a foto, ou tente leva-la embora sem pagar. ( Na costa as fotos ficam em vritrines, o que dificulta que isto ocorra ).

- Fotografar os passageiros fora do navio também nas chamadas Uccitá, gangway ou excurções. As vezes com sol forte, oque em algumas empresas, como a MSC as vezes pode ser um pouco incômodo, por não adotarem o uso de bermuda no uniforme.

- Recepcionar os passageiros durante o embarque no navio e enquanto 1 ou 2 fotógrafos fazem a foto, outro controla a fila e entrega um “panfleto” com informações sobre onde encontrar as fotos dentro do navio, informações sobre fotos em estúdio e video. Na Pullmantur não há este tipo de abordagem.

- Recepcionar os passageiros que retornam das excursões ou mesmo os que retornam ao navio após uma descina em alguma cidade para entrega-los um “panfleto” com promoção para a venda dos DVD’s, geralmente vendem em um pacote com 3, sendo um com imagens do navio, outro com imagens das cidades visitadas e o terceiro exclusivamente de eventos realizados durante o cruzeiro em vigor (Costa e MSC) para a Pullmantur vendem tudo em 1 único DVD.

- Ajudar na descarga de insumos relacionados a fotografia. Quando chegam papel fotografico (MUITOS), quimicos (MUITOS), equipamentos para venda, envelopes para entregar as fotos para o passageiro (MUITOS), quem ajuda à descarregar, armazenar e organizar são os fotógrafos. (Em todas as companhias)

- Descarte de fotos que sobram do cruzeiro anterior, também é feito pelos fotógrafos. Todas as empresas dizem que o papel é reciclado, mas na verdade não é, pois há quimicos no papel, então é tudo triturado e enviado para o lixo mesmo.

- Fantasiar-se de pirata, palhaço ou usar máscaras para ser fotografado nos restaurantes. (Na Pullmantur e na MSC que pagam comissão, sei que todos os fotógrafos acabam se fantasiando de acordo com uma escala que gira a cada cruzeiro. Já na Costa que não paga comissão pela venda de fotos, no Fortuna, quem fazia máscara, clown ou pirata ganhava 60 euros no final do mês por cruzeiro que fizesse.

- Participar de bazar, montar algumas mesas e levar mercadorias para vender (teoricamente com valores menores), geralmente acontecem durante o dia na área da piscina, e sempre juntamente com os demais setores, SPA, Saloon, DutyFree, excursões entre outros. Novamente na Pullmantur não há bazar de equipamentos fotográficos.

- Ajudar os passageiros a localizarem as fotos na galeria. Muitos realmente não encontram, mas outros, com preguiça de procurar, acaba~m sempre pedindo ajuda. Na Pullmantur meu manager me orientava a não ajudar. Afinal eu sempre estava sozinho na galeria.

- Vender, vender, vender, principalmente pacote de vídeos. Na Costa, você ganhava algumas horas a mais de folga ou um day-off para os que mais vendessem videos durante o cruzeiro.

( Tudo isto é feito em rotação de escalas, cerca de 2, 3 ou 4 fotógrafos )


CARGA HORÁRIA
 Seu horário de trabalho vai depender novamente da sua função. Vou falar exclusivamente dos fotógrafos, pois tenho maior conhecimento.

Minha “Schedule” geralmente era bem light, com excessão dos dias em que haviam noite de gala. Lembrando sempre que tudo isto funciona com uma rotatividade em escala, então vamos lá

Vai ter aquele dia em que você terá que levantar bem cedo, tipo às 7h da manhã terá que estar trocado e na gangway pra fazer “Uccita ou Gangway”, que é a foto do desembarque dos passageiros nas cidades visitadas. ( Na MSC era raro fazer gangaway, por ser uma foto que não vende muito. ) Geralmente você fotografa por cerca de 3 horas, sempre em 2 ou 3 fotógrafos.

Em alguns dias você terá que ficar na Galeria de fotos ou loja das 9h às 11h ou das 9h às 12h no período da manhã, depois das 15h ou 16h até umas 19h ou 20h, horário em que o fotógrafo começa a “fotografar” seja em restaurante ou estúdios. Geralmente se fotografa os jantares das 19h45m às 21h para o primeiro turno e das 21h45 às 23h para o segundo turno.
Quando o fotógrafo termina de fotografar os jantares, retorna a galeria de fotos e fica até meia noite e meia ou 1h30m da madrugada. Para os que ficam nos sets de retrato funciona da mesma forma. Geralmente a mesma equipe que ajudou a montar os sets, ajudam à desmontar.

Depois que a galeria é fechada, na Costa todos se reunem no laboratório para pegar o schedule do dia seguinte e conversar sobre o dia, é neste momento que o manager diz se esta tudo bem, se alguem precisa melhorar em alguma coisa, se alguem esta de parabens (muito raro acontecer)…
Na MSC todos se reunem no escritório que fica no back da galeria de fotos, e o processo é o mesmo, schedule do dia seguinte, informações importantes sobre o dia e tchau.
A partir daqui, você esta por sua conta, pode ir dormir, fazer um lanche, ir beber no crew-bar entre outros.

Resumindo, você tem q trabalhar até 11 horas diárias conforme descrito no seu contrato, mas haverá dias em que você ficará livre o dia inteiro, e só irá trabalhar a partir das 17h ou 18h até às 01h30m, então, quando for pensar em achar ruim por ter trabalhardo 1 ou 2 dias por mais de 11h durante um mês inteiro, pense novamente e pondere antes de reclamar. Novamente, estou me referindo à fotógrafos, pois sei que em outras posições, às vezes se trabalha além das 11h quase todos os dias.

Galeria de fotos do MSC Musica, outro ângulo.
Quando a galeria é aberta, todoas estas “fotos” são portas com expositores internos, abriamos todas elas e colocavamos as fotos, sempre que haviam novas fotos reorganizavamos tudo denovo para caber todas. Diferente da Costa, aqui e na Pullmantur as fotos ficavam soltas de modo que o próprio passageiro retirava as mesmas dos expositores e se dirigia até o caixa para pagar. Desta forma o cuidado era maior, para que não fizessem a famosa “foto da foto”, e nem levassem embora sem pagar.


Nesta foto da pra ter uma idéia de como eram os expositores abertos, todas as fotos ficavam separadas por signs ou tags, sempre dividiamos primeiro turno de um lado e segundo turno do outro lado, não importa o tema. Para o embarque, na Costa dividiamos por letras que eram entregues aos passageiros ao embarcar, e na MSC, eram divididos por turnos de horários do próprio embarque. No final, os fotógrafos acabam ajudando o passageiro a localizar as fotos… D=

Bem, acho que já estendi demais este post, que deveria falar somente do trabalho, e já me estendi até a carga horária. Vou ficando por aqui mesmo.
Qualquer pergunta, ou dúvida, por favor me escrevam, ou sigam @rscsales no twitter.

Texto e fotos são da autoria de Rafael Salles, acesse:>  Rafael Salles


Nenhum comentário:

Postar um comentário